Revista Fórum

Clique para compartilhar o link do texto original

A secretária nacional de Cultura, Regina Duarte, resolveu inovar em seu discurso de posse, nesta quarta-feira (4), no Palácio do Planalto, e citou vários elementos que ela considera “cultura”, entre eles “aquele pum produzido com talco espirrando do traseiro do palhaço”.

[...]

Para chegar até aí, a secretária citou vários elementos que ela também considera da vida brasileira, como “pipa no céu, palavrão, tatuagem, arroz com feijão, farofa de mandioca, pastel de feira, pão de queijo, caipirinha de maracujá, chimarrão, culto, missa das dez, desafio repentista, hum, forró”, ressaltou.

Neste momento, ela emenda com “aquele pum produzido com
talco espirrando do traseiro do palhaço e fazendo a risadaria feliz da
criançada”.

Ao final, Regina Duarte define: “Cultura é assim, é feita de
palhaçada”.

Leia o texto completo em Revista Fórum