Revista Fórum

Clique para compartilhar o link do texto original

[...]

Por Jose Cassio, do DCM

Mesmo com
expectativas favoráveis, apoio de setores da imprensa e a movimentação para
garantir as reformas tão sonhadas pelo “mercado”, notadamente a trabalhista e a
da previdência, a dupla Paulo Guedes/Bolsonaro não conseguiu fazer a economia
andar. Pelo contrário: em menos de 14 meses de governo, o país registrou sua
maior perda de investimentos num só dia, R$ 3,068 bilhões, na quarta, 26, desde
o início da contabilização dos dados, em 1994.

No consolidado de 2019 e início de 2020, quase R$ 80
bilhões deixaram o país: 44,5 bilhões ano passado e R$ 34,908 bilhões entre
janeiro e fevereiro de 2020. Os investidores estrangeiros, segundo o UOLretiraram
R$ 3,068 bilhões da bolsa no retorno do feriado de Carnaval, em meio ao pânico
generalizado com a rápida disseminação do novo coronavírus fora da China.

Naquele dia, o Ibovespa fechou em forte
queda de 7%, aos 105.718,29 pontos, com giro financeiro de R$ 33,2 bilhões. Em
fevereiro, o saldo acumulado de recursos estrangeiros na Bolsa está negativo em
R$ 15,750 bilhões, resultado de compras de R$ 190,150 bilhões e vendas de R$
205,900 bilhões.

Veja matéria completa no DCM

Leia o texto completo em Revista Fórum