Opera Mundi

Clique para compartilhar o link do texto original

[...]

O primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, anunciou novas medidas contra a propagação do coronavírus nesta quarta-feira (11/03), durante transmissão ao vivo no Facebook. Entre as novas restrições, o político italiano determinou o "encerramento de todas as atividades comerciais e de varejo, com exceção de estabelecimentos de necessidades básicas".Segundo ele, todos os comércios do país, exceto farmácias e mercados, devem permanecer fechados até o próximo dia 25 de março. Além disso, os locais que não conseguirem garantir um metro de distância entre clientes não poderão abrir. Com isso, bares, casas noturnas, lojas e salões de beleza ficarão fechados."Para obter uma resposta eficaz dessas medidas, teremos que esperar algumas semanas", explicou, ressaltando que os transportes e serviços públicos continuarão funcionando. Conte aproveitou o pronunciamento para informar que os italianos não precisam se desesperar para ir até os supermercados para comprar alimentos.QUEREMOS CONHECER VOCÊ MELHOR, LEITOR E ESPECTADOR DE OPERA MUNDI. CLIQUE AQUIDe acordo com o chefe de Governo, as fábricas do país vão permanecer abertas, mas "com medidas de segurança". "Se os números de infectados com coronavírus continuarem a crescer, o que não é de forma alguma improvável, isso não significa que teremos que nos apressar em novas medidas. Não devemos fazer uma corrida cega contra o abismo", acrescentou. 

Leia o texto completo em Opera Mundi