Jornalistas Livres

Clique para compartilhar o link do texto original

[...]

A coluna dia a dia do desgoverno tratou do envolvimento de Eduardo Bolsonaro com a página bolso-feios que ataca os adversários políticos do des-presidente. A página era operada de dentro da Câmara dos deputados pelo assessor Eduardo Guimarães e atacava o supremo Tribunal Federal, o congresso Nacional.
Analisa a década perdida, visto que o PIB per capta é menor que 2013 em 7,4% e a perspectiva e somente em 2024 conseguir voltar ao patamar de 2013.O crescimento do PIB é frágil, pois foi balizado com recursos do FGTS e de empréstimos, e desta forma, com o maior endividamento da família registrado no final de 2019 e provável que não se consiga um grande crescimento em 2020.
O governo aprovou na Comissão de Constituição e Justiça a PEC que extingue os fundos públicos e repassa mais de R$ 200 bilhões para pagamentos de dívida pública. A comissão excluiu fundos ligados a ciência e tecnologia, segurança pública, penitenciaria, combate ás drogas e café.
Os fundos vinculados a cultura, habitação, assistência social, criança e adolescente, idoso, marinha mercante, segurança e educação no transito, a defesa nacional, aviação civil entre outros deverão perder recursos para o pagamento de dívida.

O post Desgoverno quer retirar R$ 200 bilhões de fundos da cultura, criança e adolescente, habitação e idoso apareceu primeiro em Jornalistas Livres.

Leia o texto completo em Jornalistas Livres